domingo, 19 de fevereiro de 2017

A mala

A mala está pronta
Sempre pronta está a mala
Colada é parte de mim
Na saída e na chegada
Sem peso eu peso os anos
De toda a minha caminhada

A mala me deu alegrias
Alegrias guardadas na mala
Ela está pronta outro dia
Destinos irão aguardá-la
E ela segura a euforia
Quieta no canto da sala

A mala fez bem e faria
Faria tão bem se amada
A mala, a sabedoria...
Olhou-me tão desconfiada
A casa anda tão vazia
A mala mudou de morada
Achei que de mim se escondia
Ela só seguiu sua estrada

Em pensamentos viajo
Querendo logo encontrá-la
A mala que eu tanto peço
Domina a arte da fala
É de um conhecimento diverso
Supera o topo da escala
A mala esfria em regresso
Esquenta só quando eu amá-la.

Francisco Braz Neto(19/02/2017)













Eu sou o fotógrafo!

Eu sou o fotógrafo!
Essa foto me enche de orgulho. Eu acho que ficou perfeita.